Arquivo mensal: abril 2012

30/abr/2012

Thiara Mandelli é a nova cara da FreeSurf

Parceira da marca desde 2009, a nossa longboarder Thiara Mandelli agora integra de vez a Família FreeSurf. Com o patrocínio assinado desde a semana passada, além de pegar altas ondas, Thiara também vai aparecer como vitrine da FreeSurf, sendo uma das garotas-propaganda nos próximos catálogos da marca, que já estão sendo produzidos.

Natural de Maringá, no Paraná, Thiara acredita no surf como o fundamento da vida e pretende correr circuitos mundiais em breve. Para conhecer mais a nossa garota, é só ficar de olhos nas próximas coleções da FreeSurf.

Dá uma olhada em algumas fotos da Thiara que já foram feitas!

 

Curtiu?

 

Fotos: Divulgação FreeSurf

27/abr/2012

Dia de clássico: Pulp Fiction

A dica de cinema de hoje é bem clássica. Quem nunca viu, pelo menos já ouviu falar. E está na hora de ver! Pulp Fiction (Tempo de Violência, no Brasil), é um dos filmes mais consagrados da obra do renomado Quentin Tarantino que, aliás, também atua no longa.

Marca registrada dos filmes do cineasta, este não é diferente e segue uma ordem completamente não linear. Narra três histórias diversas que se cruzam, no auge dos anos 90. Marcado pelo legítimo humor negro e por muitos diálogos, o filme está na lista dos imperdíveis. Além de muito divertido, é protagonizado por grandes nomes como John Travolta, Samuel L. Jackson, Uma Thurman e Bruce Willis.

Mas por que esse filme como dica FreeSurf? Porque além de ser uma produção instigante e que não dá pra deixar de assistir, a trilha sonora é completamente surfer. Daquelas que inspiram mesmo. Surf music, rock, pop e soul são os estilos que compõem o soundtrack de Pulp Fiction.

“Misirlou” é a música mais conhecida do filme, rodada durantes os créditos iniciais e preferência dos surfistas.

Vamos curtir um trecho! Essa cena é uma das mais conhecidas, em que John Travolta (Vincent) e Uma Thurmann (Mia) dançam no famoso bar Jack Rabbit Slims.

 

Imagem: A Bilheteria

26/abr/2012

Som de surfista: Midnite

É um bom reggae. Para a galera que é fã do estilo musical que embala muitos caras do surf, a banda é Midnite. Os norte-americanos tocam juntos desde 1989 e o som deles segue a linha do clássico reggae jamaicano, inspirado em Bob Marley, é claro.

As letras, sempre com uma mensagem de reflexão e protesto contra opressão e falhas, fazem da música deles um instrumento de inspiração para tomada de atitudes e também para o surf. Com muito afinco, os reggaeiros levam a fé e a essência rastafári nas suas composições.

O som que a gente sugere hoje é “Love the life you live”, do primeiro disco de estúdio dos caras, Unpolished, de 1997.

É só curtir!

 

Foto: Oficina de Macados

25/abr/2012

Destinos do surf: El Salvador

Já que a Família FreeSurf está embarcando para El Salvador, o blog embarca junto para mostrar para a galera o que de melhor o pico oferece na hora de buscar a onda perfeita.

O pequeno país é o menor da América Central e faz fronteira com Honduras e Guatemala. O litoral é banhado pelo Oceano Pacífico e, apesar de pequeno, oferece muitos spots, vários deles desconhecidos pela galera. Por isso, o pico é o melhor lugar para o surf sem crowd.

As direitas que rolam por lá proporcionam ondas perfeitas a cada swell. E o melhor: a água do pico é quente.  Já foram registradas ondas de até 12 pés quebrando perfeitas.

Quais são os melhores spots?

Região de la Libertad:

Punta Roca - uma das melhores ondas da Região. Ondas de direita quebram em três sessões principais.

Conchalio – a praia que oferece 10 quilômetros de beach break tem as melhores condições para o surf em setembro e outubro.

La Bocana – o único pico onde quebram esquerdas de qualidade.

Sunzal – o point break de direitas mais popular do País. É considerada a onda mais constante de El Salvador.

El Zonte – pico de ondas de direita muito fortes.

Região Leste:

Las Flores – onda fácil para os surfistas experientes. Oferece direitas  bem constantes.

Punta Mango – pico parecido com Punta Roca, na Região de la Libertad, porém sem croud. Direitas super power e cavadas.

Essas são os principais spots do País, mas em El Salvador existem muitas outras ondas que ainda não foram totalmente descobertas, esperando a curiosidade de surfistas que procuram a onda perfeita.

 

Infos: Disk Surf

Fotos: AitSurf

24/abr/2012

Peterson Marchese dominando ondas chilenas

O nosso atleta que ainda nem completou 18 anos embarcou para o Chile para passar o mês de abril dominando a Pipeline Chilena, em Arica, com outros atletas profissionais. Os fotógrafos Bidu Correia e Pedro Tojal, juntamente com a filmmaker Tatiane Araújo acompanharam os surfistas  durante a primeira semana e fizeram imagens iradas da passagem deles por lá.

Nestes primeiros dias, os caras já pegaram altas ondas em um swell que chegou a quebrar com 12 pés. E o Pet – como é chamado pela galera – não ficou de fora. O nosso campeão gaúcho nas categorias grommets, iniciantes e mirim agora vai em busca da onda perfeita nos mares do exterior. Dá uma olhada no moleque entubando as ondas lá em Arica.

Fotos: Revista Surfar – Pedro Tojal

23/abr/2012

Inverno 2012: xadrez

Nas passarelas das mais importantes semanas de moda, nas ruas e no catálogo da nova coleção FreeSurf Backpackers, o xadrez está em todas! Calças, camisas e várias outras peças levam às ruas a estampa que segue sendo tendência nesta próxima estação.

O casaco com estilo mais larguinho, tipo poncho, dá uma ideia de etnias, que também é forte tendência para o próximo inverno.

Mas é claro que não tem combinação melhor que o jeans. Os coturnos também seguem sendo moda nesta estação e tornam o look um pouco mais rock’n’roll para quem curte o estilo.

E com a jaqueta de couro, que é a atual peça coringa do guarda-roupa feminino e masculino, o xadrez cai muito bem.

Também vale exigir um pouco da criatividade e pensar nos acessórios. As sobreposições são uma boa opção com o xadrez. Como por exemplo, o colete por cima da camisa que leva a estampa.

É claro que no catálogo da coleção Backpackers a galera encontra muito xadrez, de diversas cores, pra montar o look neste inverno.

 

Fotos: Lookbook.nu

 

20/abr/2012

Rob Machado no cinema

Existencialismo em um filme de surf. É o que define o enredo de The Drifter (em português, andarilho). O longa tem ninguém menos que Rob Machado como protagonista e co-autor. O roteiro é uma adaptação de anotações do próprio surfista australiano em um “diário de bordo” de uma de suas viagens. As cenas gravadas na Indonésia foram dirigidas pelo grande Taylor Steele.

No filme, uma das figuras mais lendárias do surf mundial aparece com vontade de se livrar de tudo e de todos, além do mundo capitalista, e embarca sozinho em busca da onda perfeita. Critica o circuito mundial e fica à deriva nos mares da Indonésia sem ninguém e sem celular.

Na superprodução, o tuberider mostra o seu jeito zen e cool, que também é enfatizado na direção de Taylor Steele. E claro, por uma aventura dessas, que rendeu até filme, Rob teve que passar por muitos perrengues, como empurrar moto quebrada, acampar no meio do nada e “ser removido da civilização”, nas palavras do próprio surfista.

A fotografia do filme é muito bem elaborada e, apesar de ser um filme sobre o surf, o esporte acaba não sendo o principal foco e sim, a crise existencial de Rob Machado. O longa tem duração de 60 minutos, todos muito bem investidos.

Curte algumas cenas do filme!

 

Foto: Pinterest

19/abr/2012

Ele é o cara: Donavon Frankenreiter

Quando se fala em surf music ele jamais pode ser esquecido. O californiano é um dos maiores mestres deste estilo de música atualmente, além de ser surfista profissional desde os 15 anos de idade.

O cara começou a carreira musical aos 18, quando formou a banda Sunchild, como guitarrista, depois de tocar com a Peanut Butter, um ano antes, quando ainda não levava a carreira tão a sério. E foi aí que Donavon começou a perfilar seu estilo de som. As influências de Rolling Stones e Van Morrison marcaram o disco dos caras. Totalmente inspirados nos anos 70, os moleques faziam puro rock’n’roll.

Desde 2001, quando decidiram extinguir a banda, Donavon Frankenreiter segue carreira solo com suas próprias composições. Durante a sua carreira, Donavon fez parceria com diversos músicos, entre eles seu amigo e consagrado profissional Jack Johnson. Ser surfista foi o fator que determinou a letras e melodias do cara. A música dele tem tudo o que a essência da surf music pede. Emoção, felicidade, vontade de estar na beira da praia com os pés na água do mar.

E é claro que quando o músico não está em turnê, está dentro da água, pegando altas ondas e sempre buscando a mais perfeita delas, como todo o bom surfista.

O som que sugerimos hoje, para quem não conhece, é “Live, Love & Laughter”, do disco “Pass It Around”, lançado em 2008.

Não dá pra não curtir.

Foto: Pinterest

18/abr/2012

FreeSurf no Prêmio Fluir

Quer ir pro Peru? Ainda estão rolando as votações para o Prêmio Fluir 2012, e os nossos atletas FreeSurf estão concorrendo por lá. E o melhor: só preenchendo um cadastro e votando nos atletas que mais te agradam em cada categoria, você concorre a uma passagem para pegar altas ondas no Peru.

O nosso parceiro e freesurfer Binho Nunes concorre na categoria “Melhor Vídeo (tubo)”. O vídeo mostra imagens, feitas pelo videomaker Bruno Lemos, do atleta no Havaí, em Pipeline, deixando os surfistas pra trás em uma onda gigante e entubando perfeitamente.

E o Pedro Manga também está concorrendo ao Prêmio. Na Categoria “Melhor Vídeo (vaca)”. O Bruno Lemos também é o autor das imagens onde Manga aparece em Pipeline em uma vaca das piores, que inclusive gerou lesões e deixou o surfista “de molho” por um tempo.

Não votou ainda? Entra lá no site da Fluir e escolhe o melhor atleta!

Imagem: Fluir

17/abr/2012

Equipe FreeSurf em sintonia

Aqui na FreeSurf todo mundo  pega junto mesmo. A cada coleção, a galera se empenha para conseguir os melhores resultados, da criação ao administrativo, passando pela diretoria, é claro. Tanto que o Gláuber Pacheco, diretor da marca, esteve com a equipe no Valle Nevado, no Chile, para a produção das fotos do catálogo da nova coleção Backpackers. A equipe esteve junta desde o comecinho da criação até a fotografia. O filho do Gláuber, o Guilherme, também esteve por lá e mandou muito bem na sua estreia na neve. Ele foi modelo mirim da Grommets (linha infantil).

Como sempre faz com as coleções da casa, desta vez não foi diferente. Gláuber participou no desenvolvimento dos produtos desde as pesquisas de tendências até os pontos de venda. E também esteve presentes em todas as reuniões e tomadas de decisões, é claro. “Andamos em sintonia, conversamos muito, sempre onde ando estou pensando em produtos diferenciados, nos preocupamos em manter a essência da marca”, diz o cara que foi junto ao Valle Nevado e se aventurou no snowboard com atletas e a equipe.

Claro que além do trabalho árduo da criação do catálogo, no tempinho de sobra o Gláuber curtiu com os colegas o paraíso chileno onde estavam. Ele conta que o povo de lá é muito educado, o índice de criminalidade é baixo e o país possui uma culinária excelente (principalmente peixes e vinhos).

E a próxima aventura da família FreeSurf? El Salvador, ainda este mês. E o Gláuber Pacheco vai estar por lá também, junto com a equipe FreeSurf.